top of page

Você conhece “A Grande Dama dos dividendos”?

Atualizado: 21 de nov. de 2020

por Inês Sodré


Esse é um dos apelidos dados à Geraldine Weiss, conhecida também como “A Detetive dos dividendos”. Ela ficou muito popular devido à sua filosofia de investimento, que era focada nos dividendos das empresas, ao invés de seus ganhos. Isso se deve ao fato de que os lucros eram mais fáceis de serem manipulados. Ela dizia que os dividendos representavam o dinheiro real da companhia, utilizando o dividend yield como a principal métrica de análise.


Weiss nasceu em 1926 em São Francisco, nos Estados Unidos, e se formou em 1945 na Universidade da Califórnia, com uma licenciatura em Negócios e Finanças. Quando começou a investir e tentou procurar trabalho no mercado financeiro, todas as empresas a rejeitaram e, devido ao preconceito com as mulheres na época, lhe foram oferecidas apenas oportunidades para trabalhar como secretária.


Geraldine, no entanto, recusou as ofertas e criou o seu próprio trabalho. Em 1966, aos 40 anos, fundou a Investment Quality Trends (IQT), uma espécie de boletim informativo de investimentos.


O projeto foi um sucesso e conseguiu captar um grande público, mas para evitar a percepção dos investidores de que as mulheres não poderiam investir com sucesso, Geraldine assinava seu boletim como "G. Weiss" para mascarar seu gênero. Posteriormente, em 1977, Weiss apareceu no popular talk show " Wall Street Week com Louis Rukeyser " e revelou que ela era mulher, surpreendendo muitos leitores da IQT que, por estarem ganhando tanto dinheiro, não se importaram.


Quando investia, Weiss procurava por empresas blue chips que tinham estabilidade e um forte balanço patrimonial, indicando que elas não teriam problemas em pagar dividendos no futuro. Durante os últimos 30 anos, as recomendações do IQT conseguiram obter cerca de 11,2% de retorno por ano, enquanto o S&P 500, principal índice da bolsa americana, tinha um retorno de 6,73%.


Além de comandar a IQT, Geraldine também escreveu dois livros, sendo Dividends don’t lie sua obra mais famosa, na qual fala sobre suas táticas de investimentos. Participou como educadora de diversos workshops e seminários sobre investimentos ao redor dos Estados Unidos, falando para clubes de investimentos, universitários e empresários. Além disso, ela trabalhou como Value Investor e Head da Investment Quality Trends até 2002, quando decidiu se aposentar.


Certamente Geraldine Weiss é uma mulher memorável, e seus conhecimentos a fizeram se tornar uma grande autoridade em relação a dividendos. Foi a primeira mulher a iniciar um serviço de consultoria em investimentos de sucesso, numa área e época tradicionalmente dominadas por homens.

280 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page